27.1.09

dois

e dois olhos negros depois

e dez anos de tijolo

em tijolo

ficam estúpidos

estilhaços até-que-enfim

de pedras suadas

um campo aberto

ensolarado

de tanto calor,

brotam cólicas

frio na barriga

de tanta maresia

insolação

de tanto nem aí

o olhar já é branco

acabou o espaço

pra casos aquém

acabou a memória

pra coisas além

de dois

e dois olhos negros depois.

Nenhum comentário: