7.6.08











essa vela com chama b
em alta e vívida
me diz do amanhã certo e reto

como dois e dois
são paralelos
e se encontram no infinito
há de ser distinto meu destino,


há algo mais que bonito

traçado nas linhas das minhas mãos

espalmadas em prece

em pedido mudo
meu grito é mais forte
disse São Jorge
ladainha tem limite, um pó tênue
divide o verde esperança
do ver espera


entre incensos, eu enxergo
meu amuleto predileto
é esse brilho no olho
não precisa de mandinga

quem faz da estrela um cometa


o meu patuá
é imaterial ;

(minha)___________ é (a) imensidão____________ (minha)

2 comentários:

Pedro Carné disse...

Adorei o erotismo exacerbado da imagem inicial... Vim aqui comunicar que tem uma Acrópole constantemente atualizada...

Um beijão!
P.

Anônimo disse...

erotismo? aonde?